Blog
5 dicas para você se virar durante uma viagem com poucas opções veganas

5 dicas para você se virar durante uma viagem com poucas opções veganas

Quem é adepto ao veganismo sabe o quanto viajar, às vezes, pode ser um desafio para manter o estilo de vida. Esse é um problema comum, principalmente, quando o destino são cidades pequenas e afastadas das grandes metrópoles, onde há mais opções de estabelecimentos veganos. Pensando nisso, criamos este post para ajudar você nessa aventura que é uma viagem com poucas opções veganas. Acompanhe as dicas!

Quem é adepto ao veganismo sabe o quanto viajar, às vezes, pode ser um desafio para manter o estilo de vida. Esse é um problema comum, principalmente, quando o destino são cidades pequenas e afastadas das grandes metrópoles, onde há mais opções de estabelecimentos veganos.

Ainda assim, saiba que é totalmente possível conciliar a filosofia vegan com o turismo, mesmo quando é um destino remoto, como o litoral de algumas regiões do Brasil, por exemplo. Pensando nisso, criamos este post para ajudar você nessa aventura que é uma viagem com poucas opções veganas. Acompanhe as dicas!

1. Use aplicativos veganos

Você sabia que existem aplicativos que facilitam muito a vida de quem é (ou quer se tornar) vegano? Claro, o contato com a natureza durante uma trip é ótimo para reconexão pessoal e recarga das energias, mas a tecnologia está aí e oferece uma série de vantagens para quem deseja se alimentar sem financiar a exploração e a crueldade animal. Veja algumas sugestões:

  • iVegan;
  • HappyCow;
  • LocalizaVeg;
  • GuiaVeg.

2. Prepare seu próprio alimento

Se o uso de apps não der certo (algumas regiões podem não estar inseridas nesses aplicativos), uma alternativa é preparar seu próprio alimento. Sim, por que não? Existem muitas opções de hospedagem que garantem ao viajante a possibilidade de cozinhar, como hostels e Airbnb.

Faz questão de comer fora e conhecer a culinária local? Então uma ideia é fazer, somente, uma refeição na rua e preparar as demais. Por exemplo, você pode almoçar na hospedagem e jantar no restaurante, ou vice-versa. Outro ponto positivo dessa estratégia é a economia que não será pouca durante a viagem.

Faça piqueniques em parques da cidade e leve lanchinhos saudáveis para a praia, como sucos naturais, frutas, oleaginosas, amendoim etc. Uma sugestão é oovernight oats, que pode ser preparado de forma prática à noite para o café da manhã do dia seguinte.

3. Peça porções e tente um desconto

Quando o objetivo é curtir um dia na praia, é comum pensar no tradicional na hora de fazer um pedido para o quiosque: porção de batatas, mandioca frita, banana à milanesa, amendoim… no entanto, é importante preparar o bolso, pois comer no litoral, especialmente em época de temporada, pode custar caro.

Powered by Rock Convert

Um prato feito, com mistura, geralmente, é muito mais acessível do que pedir uma porção de cada alimento: arroz, feijão e mandioca, por exemplo. Por isso, nesses momentos, o ideal é sempre apelar para uma boa conversa. Explique a situação e tente conseguir um desconto para as porções ou, então, sugira um prato, trocando o alimento de origem animal pela mandioca.

4. Interaja com os moradores locais e peça dicasi

viajar sendo vegan

Interagir com os moradores locais é uma ótima forma de enriquecer a experiência, tornando a viagem ainda mais especial. Conhecer outros lugares sempre é incrível, mas muitas pessoas encaram a situação como uma oportunidade para fazer novos bons amigos enquanto vive as aventuras — sinceramente, você ainda pode se surpreender com a bondade do ser humano.

Sendo assim, converse e peça dicas sobre onde comer para os habitantes locais do seu destino. Você  pode questioná-los, também, sobre os melhores locais e feiras para comprar frutas, vegetais e outros alimentos a fim de preparar sua própria comida durante a estadia. Aliás, quem sabe não rola um convite?

5. Opte por destinos vegan friendly

Nossa última dica é optar por destinos vegan friendly. Afinal, por que se estressar ao planejar as férias se é possível fazer uma viagem com maior conforto para cidades lindas e interessantes que possuem múltiplas opções veganas?

Geralmente, esses destinos turísticos são perfeitos para curtir a natureza, aproveitar boa culinária, relaxar e se divertir. Você pode fazer um retiro de yoga e meditação ou, então, buscar por uma empresa especializada em turismo vegano, como a Vegan4You – Viagens Conscientes, que conta com diversas opções, como:

  • Ilhabela, São Paulo;
  • Jalapão, Tocantins;
  • Chapada dos Veadeiros, Goiás;
  • São Thomé das Letras, Minas Gerais.

Às vezes, as pessoas acham muito difícil ser vegano fora de casa, mas, na verdade, se pararmos para pensar e planejar, tudo é bem mais simples do que parece. É válido mencionar que o veganismo está muito atrelado ao fazer manual, portanto, não podemos esperar imediatismo. Preparar e consumir comida vegana, natural e de qualidade requer tempo, mas é saudável, consciente, barato (SIM!) e delicioso.

Conseguimos inspirar você a se virar em uma viagem com poucas opções veganas? Organização, otimismo e boa vontade para pôr a mão na massa é tudo o que você precisa para colecionar boas memórias nessa experiência.

Esperamos que tenha gostado do nosso texto! Se você deseja ser informado de outros conteúdos como este, assine a nossa newsletter e receba as próximas atualizações.


Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.