Blog
6 coisas que o minimalismo mudará em sua vida

6 coisas que o minimalismo mudará em sua vida

Neste post listamos 6 coisas que o minimalismo mudará em sua vida. Confira!

Mais do que uma palavra grande, o minimalismo é uma filosofia capaz de mudar a vida de uma pessoa para melhor, bastando disposição para abrir mão dos excessos e concentração no que realmente importa.

Esse estilo de vida está relacionado com viver experiências e se desligar de posses materiais que trazem somente benefícios superficiais, dando-lhe a chance de ponderar e descobrir o que realmente significa ser feliz.

Precisando de mais motivos para encarar essa mudança? Neste post listamos 6 coisas que o minimalismo mudará em sua vida. Confira!

.1           Menos estresse

Mais do que se livrar das coisas amontoadas no guarda-roupa e abrir espaço na sua casa, viver segundo o minimalismo é se desfazer de compromissos, sentimentos e relacionamentos que não fazem bem para você.

Além de ter menos coisas para se preocupar, a sua casa se transformará num espaço livre da desordem. Com o tempo, a falta de coisas no caminho resultará em dias muito mais descomplicados e pacíficos — sem mencionar o estresse financeiro que ficará no passado.

.2           Mais tempo e produtividade

Sabe aquele ditado “o menos é mais”? Então, ele se encaixa perfeitamente no minimalismo: menos posses e menos estresse representam mais tempo sobrando e mais energia para fazer coisas que enriquecem a sua vida.

Ocorre uma mudança de prioridades quando você troca o videogame novo, as roupas caras e o fast-food da semana por atividades que realmente importam, como:

  • passar mais tempo com amigos e familiares;
  • conhecer um lugar diferente;
  • fazer uma caminhada despreocupada;
  • aprender a dançar;
  • ouvir uma boa música enquanto cozinha o prato predileto dos seus filhos;
  • testar uma receita de sobremesa vegana e se surpreender;
  • praticar yoga e meditação;
  • ler um livro;
  • estudar novos idiomas;
  • cultivar plantas dentro de casa.

E o que mais fizer você feliz!

.3           Consumo consciente

O minimalismo inspira o consumo consciente. Acontece, porém, que algumas pessoas associam esse estilo de vida mais simples e significativo à escassez — e isso é muito errado, pois, segundo Mário Sérgio Cortella, um filósofo contemporâneo, a “simplicidade é sinônimo de suficiência”.

Atualmente, as pessoas vivem dias tão loucos e letárgicos que o consumo se transformou em uma espécie de objeto de adoração, que, ainda de acordo com o estudioso, gera infelicidade em sequência.

É interessante deixar claro que ser minimalista não significa que você nunca mais comprará nada, mas que fará isso com consciência, e não de forma indiscriminada e compulsiva. Sendo assim, há a necessidade de pensar um pouco antes de consumir, pesar prós e contras e preferir produtos e serviços de qualidade e, principalmente, que vão ao encontro dos seus valores pessoais.

Powered by Rock Convert

.4           Sustentabilidade

Não é segredo que o consumo desenfreado está causando danos sérios ao meio ambiente. Nesse contexto, o minimalismo em nossas vidas pode fazer uma grande bem ao planeta, tendo em vista que, quanto menos tivermos, menos coisas jogaremos fora.

Além disso, a queda do consumo reduz a necessidade de produção das indústrias, ou seja, menos recursos sendo gastos e menos poluição. Aqui, uma sugestão: quando precisar consumir, opte por marcas sustentáveis, cujos valores e processos produtivos transmitam genuína preocupação com nosso ecossistema.

.5           Liberdade financeira

Quem compra menos tende a gastar menos e, portanto, ter mais dinheiro. Quando mudamos as nossas perspectivas e focamos no que é importante, encontramos algo que muitas pessoas lutam diariamente para ter: liberdade financeira.

vida minimalista

Pense em tudo o que você poderia fazer se não gastasse o seu suado salário comprando o novo Iphone, comendo fora toda semana — e ainda assim se alimentando mal — ou pagando caro em roupas que duram pouco. Talvez estivesse viajando pelo mundo? Poupando para uma aposentadoria tranquila? Pagando um curso? Cultivando uma dieta mais saudável?

.6           Exemplo para os filhos

Como já disse o sábio Mahatma Gandhi: “seja a mudança que você quer ver no mundo”. Que mundo você sonha para os seus filhos, netos, entes queridos e amigos? Que exemplo você quer dar para eles?

O minimalismo nos transforma em um referencial. Quando mostramos para as pessoas que não precisamos acumular coisas para viver melhor, elas se inspiram e percebem que podem ser assim também. E isso se transforma em uma corrente do bem.

Aliás, é primordial ensinar às crianças, desde cedo, que não temos que seguir o padrão de consumo determinado pela sociedade para ser feliz. Ensiná-las que ser é mais importante do que ter e mostrar que elas podem escolher como viver suas vidas.

Notou quantas coisas mudarão em sua vida com o minimalismo? Uma vida simples pode ser muito mais recompensadora, mas, lembre-se: essa filosofia não é uma receita de bolo. Portanto, o modo certo de aplicar isso no seu dia a dia depende inteiramente de você.

Você já leva um estilo de vida minimalista? Deixe um comentário! Queremos conhecer você!

Escute este artigo no Spotify!


2 comentários

  1. Olá, quero parabenizá-los pelo excelente artigo. Tudo isso é verdade. Estamos em um processo de transição, saindo de uma vida de consumo para uma vida minimalista e durante este último ano conseguimos reduzir 80% das tralhas que temos em casa. O próximo passo é mudarmos para uma kombi adaptada e viajar pelo mundo. Temos um canal no YouTube onde mostramos um pouquinho disso, Patas na Estrada.
    O mais legal quando uma pessoa está buscando uma vida mais minimalista é a evolução gradual. Hoje, um ano depois de iniciar a transformação, já não conseguimos aceitar muitas coisas impostas pela sociedade, porque simplesmente não fazem sentido para nós. O estresse diminuiu drasticamente, porque não dependemos mais de um emprego, se ele não existir, conseguiremos nos manter sem grandes problemas porque as nossas necessidades diminuíram.
    Parece clichê, mas quando dizem que Menos é Mais, estão certos. A mudança de paradigma é enorme e a balança, que para a maior parte das pessoas está desequilibrada, começa a entrar no plumo. Encontra-se o equilíbrio, tão necessário nessa vida!!

    1. Oi, Pedro! Muito obrigada pelo comentário!
      Acredite ou não, meu marido e eu (Marina) já viajamos numa kombi adaptada por alguns meses. Não nos preparamos para alguns percalços com a mecânica da nossa (era 1996), então se a sua for mais antiga, só se prepara para esses momentos. Até hoje acompanhamos vários viajantes de kombi e vimos que pode ser acaso ou sorte, porque alguns não tiveram problema nenhum, mas melhor se precaver. De qualquer forma, a experiência é maravilhosa, e é como você falou: já não conseguimos mais aceitar muitas coisas.
      Muito bom termos as necessidades diminuídas, repensarmos nossos hábitos e começarmos a encontrar o equilíbrio!
      Vamos acompanhar vocês lá!
      Um abraço e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.