Blog
6 maneiras para começar a viver com menos plástico já!

6 maneiras para começar a viver com menos plástico já!

Começamos 2019 com este post que é muito importante para o meio ambiente, para nossa saúde, para nosso convívio! Esta é uma mensagem que gostaríamos de te fazer refletir, repensar e transformar seus pensamentos em ação. Vamos juntxs nessa?

FELIZ 2019! E FELIZ REDUÇÃO DE PLÁSTICO!

Começamos 2019 com este post que é muito importante para o meio ambiente, para nossa saúde, para nosso convívio! Esta é uma mensagem que gostaríamos de te fazer refletir, repensar e transformar seus pensamentos em ação. Vamos juntxs nessa? Você sabia que um estudo recente apontou que todas as tartarugas marinhas do planeta têm plástico no organismo? Isso ocorre porque esses animais filtram seus alimentos na água do mar e ingerem bilhões de micropartículas de plástico em pouquíssimas horas. Muito triste, não é mesmo? Podendo demorar mais de 200 anos para se decompor, o plástico é um dos maiores desafios ambientais do século XXI e é encontrado abundantemente nos oceanos e natureza em forma de canudos, sacolas, garrafas, redes de pesca e tampinhas. O problema maior, no entanto, não está na existência do plástico em si, mas na falta de limites ao usá-lo e descartá-lo, tendo em vista que muitas pessoas costumam dispensar o material após uma única utilização. Nesse contexto, fica evidente a importância de repensarmos nossa relação com esse material. Quer aprender a viver com menos plástico? Confira as nossas dicas!

1. Consuma menos em geral

Já reparou o quanto é difícil encontrar coisas que sejam 100% livres de plástico? Por isso é interessante reduzir o consumo em geral, fazendo um planejamento e optando por comprar somente quando houver verdadeira necessidade de algum item. Quando comprar itens de decoração, por exemplo, escolha objetos de antiquários — que são de metal, geralmente — ou peças de segunda mão encontradas em bazares. Outra sugestão é fugir das embalagens. Além disso, sempre será uma ótima ideia ter flores de verdade em casa.

2. Diga “não” para a sacolinha do mercado

A sacola plástica que é costumeiramente oferecida nos mercados pode ser bastante prática, mas é muito prejudicial ao meio ambiente e de fácil substituição. Portanto, lembre-se de levar sua ecobag para carregar suas compras de maneira mais sustentável, combinado? Outro ponto que merece atenção no momento de fazer compras é com relação aos alimentos vendidos a granel. Nesses casos, o ideal é levar seus próprios paninhos ou potes para carregá-los — porém, se isso for inviável, evite jogar fora os sacos plásticos que você já possui. Aproveite a vida útil deles e os reutilize sempre.

3. Recuse o canudinho

O canudo plástico causa grandes desastres na natureza, representa risco de vida para diversos animais marinhos e se trata de um item dispensável no consumo diário. Portanto, é tido como o primeiro vilão do meio ambiente a ser combatido. Não é para menos que diversas cidades, países e empresas começaram a banir esse material que parecia tão prático quanto “inofensivo’. Ainda assim, o canudinho nos é oferecido, diariamente, em muitos restaurantes e cabe a nós dizer não para eles. Sinceramente, você não precisa de um canudo, não é verdade? Se por acaso precisar, procure por canudos reutilizáveis, como os de bambu ou metal, para levar sempre na bolsa.

4. Evite garrafas plásticas

reduzir plástico no dia a dia Você sabia que garrafas pet e garrafinhas de água estão entre os resíduos plásticos mais encontrados no oceano? Sendo assim, repense se é um hábito seu comprar bebidas dessa forma por aí e tenha sempre em mãos uma garrafa ou um copo reutilizável. Assim, você também não precisará de copinhos descartáveis. Em casa, prefira beber a água da torneira, filtrada no bom e velho conhecido filtro de barro. Outra opção é comprar galões retornáveis.

5. Escolha fraldas de pano para os pequenos

Você sabia que um bebê usa, em média, 6000 fraldas descartáveis? Cada uma dessas fraldas é composta de plástico e demora algo entre 250 e 500 anos para se decompor na natureza. Muita coisa, não? No entanto, existe uma alternativa para você economizar na higiene do seu bebê e, ainda, ajudar a salvar o meio ambiente: a fralda de pano, uma opção extremamente prática, sustentável e moderna. Em vez de comprar novos pacotes de fraldas plásticas, descartáveis, tóxicas e poluentes, você pode investir em fraldas ecológicas de algodão. Trata-se de uma opção muito mais charmosa e confortável, uma vez que evita assaduras e alergias de pele no seu bebê.

6. Tenha um “kit” sustentável

Hoje, existe uma infinidade de produtos disponíveis no mercado para tornar o nosso dia a dia mais prático e ecológico. Portanto, monte um kit sustentável, contendo ecobag, copo, canudo e garrafinha reutilizáveis, por exemplo, e deixe sempre perto da porta para você não esquecer quando for sair de casa. No começo talvez seja mais difícil lembrar e determinar o que, exatamente, levar em cada passeio, mas, aos poucos, você pega o jeito e percebe outros produtos que podem facilitar ainda mais a sua rotina, como talheres portáteis, paninhos para substituir o guardanapo de papel, escova de dente de bambu etc. Percebeu quantas pequenas atitudes podem ser aderidas no seu cotidiano para viver com menos plástico? Ademais, lembre-se de eliminar o “single use plastic”, ou seja, o péssimo hábito de descartar aquilo que foi usado uma vez — às vezes, por poucos segundos —, mas que dura por muito e muito tempo. Agora, o que acha de conhecer 7 dicas para produzir menos lixo no seu dia a dia?
Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.