Blog
7 alimentos poderosos que não podem faltar na alimentação vegetariana

7 alimentos poderosos que não podem faltar na alimentação vegetariana

Você já deve ter percebido que a dieta vegetariana é cercada por uma série de mitos que afastam as pessoas desse estilo de vida. Há quem diga que crianças não podem ser veganas e que não existe suplementação para a vitamina B12, por exemplo. São muitas perguntas sobre o veganismo, porém, quando o assunto é saúde, é possível manter uma alimentação completa e nutritiva consumindo aquilo que a terra tem para nos oferecer enquanto poupamos os animais do sofrimento. Foi pensando nisso que preparamos este post com uma lista de 7 alimentos poderosos que não podem faltar na sua alimentação vegana. Acompanhe!

Você já deve ter percebido que a dieta vegetariana é cercada por uma série de mitos que afastam as pessoas desse estilo de vida. Há quem diga que crianças não podem ser veganas e que não existe suplementação para a vitamina B12, por exemplo.

São muitas perguntas sobre o veganismo, porém, quando o assunto é saúde, é possível manter uma alimentação completa e nutritiva consumindo aquilo que a terra tem para nos oferecer enquanto poupamos os animais do sofrimento.

Foi pensando nisso que preparamos este post com uma lista de 7 alimentos poderosos que não podem faltar na sua alimentação vegana. Acompanhe!

1. Produtos à base de soja

A soja é polêmica, pois muitas pessoas acreditam que ela é prejudicial à saúde. Esse pensamento não está de todo errado, afinal, quando comercializado por grandes indústrias, grande parte desse alimento é geneticamente modificada. Não tem como saber o quanto esse processo poderá impactar nossa saúde no futuro.

Por outro lado, é importante ter em mente que a soja não-transgênica — aquelas de produções pequenas, orgânicas e agroecológicas — é bastante nutritiva, uma vez que se trata de uma preciosa fonte de proteína, ferro, zinco e cálcio, além de poder ser suplementado com vitamina B12.

Ademais, produtos à base de soja, como a proteína vegetal texturizada (PVT), facilitam muito a vida de quem está passando pela transição para o veganismo.

2. Kefir

kefir vegano

O nosso corpo é repleto de bactérias. Por esse motivo, é importante que a gente se certifique de que cultivamos mais microorganismo bons (probióticos e prebióticos) do que ruins (vírus, fungos, leveduras etc).

Problemas como acne, micose, resfriado, gripe, excesso de peso, depressão e diversos tipos de alergias alimentares são alguns resultados que um possível descontrole na quantidade de bactérias em nosso organismo pode gerar.

Os probióticos fazem parte do grupo de bactérias “do bem”. Esses seres são responsáveis por nos ajudar no fortalecimento do sistema imunológico, no apoio à saúde mental e na digestão dos alimentos, mantendo-nos leves, energizados e saudáveis.

Nesse sentido, o kefir é uma bebida fermentada feita a partir dos “grãos” do kefir, culturas de bactérias que são capazes de promover todas essas coisas benéficas para o nosso organismo.

Powered by Rock Convert

3. Linhaça

Já notou que nos últimos anos essa sementinha ganhou destaque nas pesquisas científicas, nos cardápios e nos supermercados? Não é para menos: a linhaça oferece uma série de coisas boas para a nossa saúde.

São pães, bolos, iogurtes, saladas, vitaminas, sopas e outras múltiplas opções que podem levar esse alimento rico em ácidos graxos, ômega 3, fibras, gorduras boas e mucilagens essenciais para a flora intestinal. Veja alguns motivos para você inserir a linhaça na sua dieta vegetariana já:

  • ajuda a emagrecer;
  • previne doenças do coração;
  • ajuda na saúde dos olhos;
  • tem propriedades antioxidantes, portanto faz bem para o intestino;
  • equilibra o sódio no organismo;
  • contribui para a renovação da pele;
  • garante mais energia;
  • alivia sintomas da TPM.

4. Feijão

Seja carioca, preto, fradinho ou o que for, os feijões são baratos, fáceis de preparar e altamente nutritivos. Trata-se de uma fonte interessante de sais minerais, tais como ferro, potássio, magnésio, zinco, fósforo, cálcio e cobre, além de vitaminas como B1, B2, B3 e B9.

Ademais, o feijão favorece o sistema nervoso, assegura o bom funcionamento da medula óssea, contribui para o crescimento de crianças e adolescentes e, ainda, auxilia na restauração de tecidos. Ou seja, não pode ficar de fora da sua alimentação vegana.

5. Amêndoas

Cálcio, vitaminas E e B6, niacina, riboflavina, tiamina, ácido pantotênico e folato são alguns exemplos de nutrientes que você encontrará em uma pequena porção de amêndoas. Devido seu sabor ameno, é possível inseri-la em uma variedade de pratos doces e salgados, como sopas, leite vegetal, iogurtes, saladas e bolos. Demais, não?

Entre as vantagens, é válido mencionar que a oleaginosa impede os picos de glicose no sangue, fator fundamental para prevenir a diabetes tipo 2. Além disso, as amêndoas auxiliam na perda de peso, previnem doenças cardiovasculares e combatem a osteoporose.

6. Abacate

O abacate é um alimento multifuncional, pois sacia a fome e nutre o corpo em pratos doces e salgados. Apesar de suas gorduras calóricas, o fruto é rico em fibras e antioxidantes. Portanto, colabora para a redução dos níveis de colesterol e previne doenças sérias como as cardíacas e alguns tipos de câncer. Confira seus efeitos quando inserido na dieta vegetariana:

  • anti-inflamatório natural, graças a vitamina E;
  • antienvelhecimento;
  • diminuição do estresse, devido a substância beta sitosterol, responsável por controlar o cortisol;
  • hidratação da pele, unhas e cabelos.

7. Bebidas vegetais

Chocolate quente, chás, shakes, vitaminas, coquetéis… Existem muitas receitas de bebidas veganas saborosas na internet, certo? Entre elas, podemos destacar aquelas que substituem — maravilhosamente, diga-se de passagem — o leite de origem animal.

Se você é adepto ao veganismo ou está passando pela transição, é crucial que inclua o leite vegetal no seu cardápio, uma vez que essa bebida oferece nutrientes imprescindíveis para o organismo.

A alimentação vegana deixa de ser tão complexa depois de um post como este, não é mesmo? São muitos mitos, impressões e dúvidas que rondam esse estilo de vida, mas não deixe essas questões desanimarem você. Afinal, o veganismo é uma experiência bastante pessoal de cada um de nós.

Quais itens você acha que poderiam ser acrescentados nessa lista? Deixe um comentário!


Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.