Blog
7 dicas de como economizar no mercado

7 dicas de como economizar no mercado

Independente de qual é o seu estilo de vida vegano, vamos postar aqui algumas ideias de como você pode economizar dinheiro enquanto está comprando. Acompanhe o post!

É um mito que ser vegano é caro. A gente já abordou aqui 5 dicas para você se alimentar melhor, de forma consciente e econômica. O veganismo pode se encaixar facilmente na vida das pessoas, independente de quanto elas ganham, pois a maioria das comidas de uma dieta a base de plantas são acessíveis: grãos, leguminosas, sementes, legumes, frutas. Você consegue fazer e comer várias comidas veganas acessíveis: legumes cozidos com arroz, sopas cremosas ou à base de caldo, legumes fritos, sanduíches, pimentões recheados, feijões, pratos de macarrão e saladas são exemplos de refeições veganas saborosas e acessíveis.

Mas e os industrializados? Realmente, algumas vezes se tornar vegan pode te inspirar a seguir um estilo de vida mais saudável, mas às vezes você pode ficar com vontade de alguma das comidas industrializadas do mercado. E tá tudo bem! Mas lembre-se de que essas comidas não significam necessariamente uma dieta vegana balanceada e elas são mais caras justamente por ainda não terem uma procura alta como as não veganas.

Independente de qual é o seu estilo de vida vegano, vamos postar aqui algumas ideias de como você pode economizar dinheiro enquanto está comprando. Acompanhe o post!

1. Comparando preços

Pode parecer bobo, mas tem gente que não sabe: a maioria das lojas mostra o preço do item na etiqueta, mas também mostra, bem pequenininho, o preço por peso (ou, se for um “pack” de várias unidades, mostra por unidade).

Use isso para comparar preços entre marcas e entre diferentes tamanhos e produtos. Se o lugar onde você compra não mostra o preço unitário/por peso, considere levar uma calculadora para comparar preços.

Algumas vezes, a opção “mais barata” apenas se considerar o preço, pode ficar mais cara por causa do peso (levar 500 g de um produto por 7,50 vale mais a pena do que levar um de 250 g por 4 reais!).

2. Fresco vs. Congelado

Produtos congelados normalmente contêm mais nutrientes que os frescos, porque ele é congelado no pico da maturação e não vai perder nutrientes durante o transporte até o mercado. 

Normalmente o congelado tem uma embalagem que o fresco não tem, além de ser às vezes mais caro, então compare os preços e veja quanto você leva em cada opção.

Se você conseguir uma boa oferta nos produtos frescos, estoque e congele. Estocar é uma outra dica!

3. A granel vs. Embalados

Comprar itens a granel pode ajudar a economizar, especialmente se você só precisa de pouca coisa. Normalmente, o produto que vem em embalagens vai ser o mais barato pelo peso, mas às vezes não vale a pena pela quantidade de plástico envolvida e até mesmo pela quantidade de ingredientes, já que os embalados passam por alguma etapa de industrialização a mais, o que pode significar a inserção de alguns ingredientes desnecessários.


Algumas coisas que você pode comprar a granel:

  • nozes e sementes em geral
  • temperos e ervas
  • farinhas
  • grãos
  • frutas secas
  • azeitonas

E vários outros produtos que pode ser que você nunca tenha nem visto!

como economizar comprando a granel
Tim Mossholder/ Pexels

4. Orgânico vs. Não orgânico

Powered by Rock Convert

Em geral, a comida orgânica é mais cara. Se você quer começar a comprar orgânicos, procure ir na feira de orgânicos da sua cidade (isto é, comprar com o produtor). Isso garante apoio à economia local e ainda diminui os gastos de embalagens, porque os orgânicos em mercados normalmente são embalados para serem identificados.

*Obs necessária: Quando os produtos orgânicos estão em oferta nos mercados, eles podem estar mais baratos que os não orgânicos.

5. Produto com marca vs. Produto com marca genérica*¹

Itens com marcas genéricas podem ser um grande truque para você economizar dinheiro. 

Alguns itens que você pode muito bem comprar com marca genérica:

  • itens para cozinhar, como farinhas, fermento, sal, amido de milho etc.
  • aveia
  • massa
  • arroz
  • sementes em geral
  • frutas secas
  • produtos de limpeza²

*¹ Sempre olhe as listas de ingredientes de produtos. Isso é muito importante para ver quanto dos ingredientes são realmente necessários e quantos são “espessantes”, “corantes”, “acidulantes” e vários outros “antes” que não sabemos quanto impactam nossa saúde! Quanto menor for a lista de ingredientes, e com mais ingredientes que a gente conhece, melhor é.

*² Lembre-se de que veganismo é fazer tudo que estiver ao seu alcance. Sabemos que os produtos de limpeza biodegradáveis ainda são caros no Brasil, e por isso preferimos inseri-los nesta lista pois vale mais a pena comprar produtos de marca genérica (ou fazer o próprio) do que sempre preferir os já conhecidos. Ao comprar, lembre-se que tudo é marketing!

6. Compare mercados

Sempre olhe as promoções online e os folhetos promocionais (não precisa pegar para jogar fora: olhe, tire fotos e devolva ao lugar de onde pegou).

Se acontecer de você morar em um lugar que tem vários mercados perto um do outro, visite todos, se for possível. Pode ser demorado e acabar sendo cansativo, mas você entenderá quais são os produtos “ponto forte” daquele mercado. Alguns são especializados, por exemplo, em produtos relacionados a vinho e suco de uva, porque têm parceria com uma região produtora; outros são especializados em frutas frescas…

E assim você também poderá observar se existe algum dia que o mercado faz promoções, por exemplo “quarta-feira dia de feira”, o que garante descontos!

Se você for daquelas pessoas que tiram o dia para fazer mercado, já saia com a lista de compras (fizemos uma lista com itens básicos para te ajudar a ter ideias do que comer) e faça um roteiro de qual mercado você irá primeiro. 

7. Encontre sem querer produtos veganos (industrializados) baratos

Mesmo se você estiver com orçamento curto, pode ser que você tenha uma oportunidade de encontrar itens veganos baratos no mercado.

Isso porque eles podem estar chegando à data de validade ou até mesmo por causa de alguma promoção relacionada ao tema (recentemente, em São Paulo, alguns mercados deram 50% de desconto em produtos vegans no Dia do Veganismo).

Gostaram das dicas?

Acompanhe-nos por aqui que logo postaremos mais dicas como essas!

Porque a gente quer desmistificar que ser vegan é caro!

Viver de forma natural é fácil!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.