Blog
Calcinhas absorventes x Coletores menstruais x Absorventes internos

Calcinhas absorventes x Coletores menstruais x Absorventes internos

Já ouviu falar de calcinhas absorventes e coletores menstruais? Acompanhe para entender mais sobre cada um!

Qual é a primeira coisa que você pega quando menstrua? Já ouviu falar de calcinhas absorventes e coletores menstruais? Nos Estados Unidos, 70% dos humanos que menstruam (mulheres, trans e sem gênero) considera os absorventes internos para o dia a dia. Mas e os outros 30% que não os usa? Acompanhe para entender mais sobre cada um!

Calcinhas menstruais

As calcinhas menstruais são feitas com uma tecnologia especial (poliamida)* que absorve nosso sangue.
Em outras palavras, o material do forro da calcinha absorve o sangue antes que o corpo não entre em contato – como acontece com absorventes tradicionais.
Muitas pessoas estão amando essa alternativa porque é reutilizável, confortável e agora existem várias marcas com vários designs (cintura alta, confortável, para esportes, etc.)
Para quem tem um fluxo um pouco mais forte, a sugestão é trocar com um pouco mais de frequência a calcinha, ou usar um outro tipo de absorvente + a calcinha como “seguro” – porque às vezes vaza mesmo quando se tem fluxo forte.
As calcinhas são indicadas principalmente para quem não se adaptou aos coletores menstruais e são uma ótima alternativa para quem ainda usa absorventes descartáveis e não se adapta a inserir algo na vagina.

*(Algumas marcas brasileiras já apresentam um tecido biodegradável, que leva apenas três anos para se decompor.)

Absorventes internos

Criados em 1993, os absorventes internos são, supostamente, a salvação para quem odeia ficar grudando absorvente na calcinha, e para quem gosta de se sentir mais livre (afinal é menor a possibilidade de ter vazamentos).
Mas infelizmente, muitas marcas não se preocupam com a lista de ingredientes que vão nesses produtos, e há muitos casos de síndrome do choque tóxico, o que é uma preocupação real.
Além disso, como são descartáveis, é preciso se preocupar com o valor gasto mensalmente para comprá-los e também o lixo produzido a partir do descarte deles.
Em outros países, já estão sendo pesquisados absorventes internos orgânicos que são bons para nosso corpo (sem dioxina ou químicas tóxicas) e para o meio ambiente (sem aplicadores de plástico).
Então, se você é usuária de absorvente interno, repense esse uso por você e pelo meio ambiente. Já existem muitos casos de pessoas que sofreram choque tóxico devido ao uso, e algumas consequências ambientais que esse pequeno pedaço de algodão com plástico e toxinas pôde fazer (quem nunca viu por aí vídeos de absorventes internos boiando no mar?).

Powered by Rock Convert
coletor menstrual é bom
Freepik

Coletores menstruais

Muitas pessoas nem sabem que o coletor menstrual existe. E outras se perguntam com que funciona.
O coletor menstrual funciona como um absorvente interno, mas em vez de absorver, ele “coleta”. Tem um formato de copo, feito de silicone cirúrgico, que você modela com os dedos para conseguir inserir em seu canal vaginal. Assim que você soltar, ele estará seguro e perfeito para “coletar” seu sangue.
Você pode ficar até 12 horas com ele (dependendo do seu fluxo).
A adaptação é um pouco demorada, levando 2 ou 3 períodos menstruais,, afinal você precisa entender qual a melhor posição para inseri-lo e retirá-lo e também quanto tempo ele pode ficar em você, considerando o seu fluxo (que varia dependendo de quantos dias você menstrua).
No Brasil infelizmente o silicone não é reciclável, mas a maior diferença é que você compra 1 copinho que dura por 2 ou 3 anos, dependendo do seu uso. Isso significa que você usará 20 ou 30 copinhos em toda sua vida menstrual, o que é muito menos que o utilizado com outros absorventes, afinal em 1 período menstrual o mínimo que se utilize são 2 por dia: numa menstruação de 5 dias (em média), são 10 absorventes por mês! Em um ano, considerando os números básicos citados (porque tem gente que usa mais absorventes por dia e tem mais menstruações mais longas) são 120 absorventes utilizados e descartados. 
Agora imagina então o lixo gerado em relação a isso: 120 absorventes cheios de plásticos e toxinas. 

Repense seu uso!

E não tenha medo ou nojo de seu próprio sangue: ele é seu. Considere pesquisar mais sobre quão importante é o sangue menstrual, quão natural é ele.
E não, o sangue não tem cheiro!! 🙂
Aquele cheiro que a gente sentia ao abaixar a calcinha com absorvente é porque o sangue oxida em contato com o oxigênio. Como o coletor é interno, o sangue fica lá no escurinho até você eliminar.

Encontre produtos veganos para higiene em um lugar só.
Compre diretamente com a marca. A gente só te ajuda a comprar.

Clique aqui para conhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.