Blog
Como manter a sustentabilidade na cozinha?

Como manter a sustentabilidade na cozinha?

Acompanhe e descubra como manter a sustentabilidade na cozinha!

Ainda no clima do 22 de abril, o Dia da Terra, quais atitudes você tem para proteger o nosso planeta? É importante criar consciência acerca dos problemas ambientais e buscar formas de minimizar seus impactos na natureza.

Foi pensando nisso que decidimos criar uma série de posts aqui no blog para falar sobre ações sustentáveis possíveis de serem adotadas em cada cômodo, iniciando pelo coração da casa. Acompanhe e descubra como manter a sustentabilidade na cozinha.

Preocupe-se desde o começo

A sustentabilidade pode fazer parte da sua cozinha desde a concepção do projeto arquitetônico. Se essa for uma opção atrativa para você, busque por um profissional capacitado para fornecer orientações específicas, como opções de pisos e redução no consumo de materiais.

É importante também se atentar à decoração. O que acha de planejar algo mais natural? Você pode, por exemplo, buscar por móveis de segunda mão e aproveitar eletrodomésticos que já possua (desde que sejam aqueles com consumo eficiente de energia para evitar desperdício, beleza?). Outra ideia é reformar móveis velhos e usar restos de madeira de demolição.

Crie o hábito de congelar a comida

Já refletiu sobre a quantidade de alimentos que você deixa apodrecer na geladeira? Não se trata somente de ser péssimo para o meio ambiente, isso também é um desaforo com o seu bolso. Além de triste se pararmos para pensar em todas as pessoas que passam fome no mundo. O desperdício escancara uma realidade social desesperadora: tem gente que morre de fome enquanto outros dão pouco valor à comida.

É por essas razões que precisamos repensar nossa relação com tudo aquilo que temos na nossa geladeira. Uma sugestão para evitar o desperdício é preparar as refeições e guardá-las de forma fracionada, congelando-as. Assim, você economiza alimento, dinheiro, comida e energia.

Outra dica: deixe seu alimento descongelar de forma natural! Sei que o microondas é um aliado bastante tentador na hora de finalizar sua refeição congelada, mas desse jeito, você evitará o gasto desnecessário de energia.

Tire tudo o que puder da tomada

Você tem o hábito de deixar fogão, microondas, forno elétrico e airfryer, por exemplo, na tomada? Se a sua resposta for sim, está na hora de repensar essa atitude. Desligar integralmente os aparelhos fora de uso ajuda bastante na sustentabilidade na economia de energia e reduz até 5% sua conta de luz!

Consuma produtos a granel

Sempre falamos por aqui sobre a relevância de usar menos plástico nas tarefas do dia a dia, e uma forma de fazer isso é comprando tudo o que puder a granel. Acredite: por mais que essa atitude pareça simplória, ela é totalmente praticável e fará toda a diferença.

Não podemos cultivar pensamentos do tipo “mas que diferença fará só eu agir assim?”, pois, acredite: toda colaboração é necessária. Sem mencionar que uma pequena atitude sua pode impactar outras pessoas. Você pode ser um agente de mudança. Já parou para pensar nisso? Portanto, converse com as pessoas ao seu redor sobre o assunto e as incentive a consumir menos plástico. O planeta Terra agradece!

Descasque mais, desembale menos

Alimente-se mais com produtos orgânicos, de preferência os cultivados pelos pequenos produtores da sua região. E antes que você comece a lamentar sobre o preço (que, admitimos, é sim mais caro), pense nos benefícios que esse alimento trará para sua família e comunidade, uma vez que estamos falando de comer algo mais saudável (livre de agrotóxicos) e que colabora para preservação do meio ambiente (o mesmo agrotóxico que não é utilizado no cultivo, não será despejado no solo, por exemplo).

Cultive uma horta doméstica

Uma solução interessante e econômica para o tópico anterior é cultivar uma horta na sua casa! Já falamos algumas vezes sobre o tema por aqui, mas é sempre bom relembrar. Aliás, é válido frisar que não importa se você dispõe de pouco espaço (caso more em um apartamento, por exemplo), pois ter uma horta doméstica é mais simples do que parece, além de ocupar um pequeno espaço. 

Claro, não estamos falando de um cultivo pensando em grande escala, mas para consumo pessoal. Comece com algumas ervas e temperos. Para tanto, reserve um cantinho na sua cozinha que pegue bastante sol da manhã, preferencialmente, e coloque a mão na massa.

Já se foi o tempo em que sustentabilidade era vista a partir de uma perspectiva macro, distante da nossa casa e da nossa realidade. Hoje pequenas atitudes podem contribuir para um mundo melhor e impactar as vidas de quem convive conosco, afinal, como já dizia Mahatma Gandhi, “devemos ser a mudança que desejamos ver no mundo”.

Dito isso, deixo aqui mais algumas ações de sustentabilidade na cozinha que vale a pena aderir no seu cotidiano:

  • economizar água;
  • deixar as louças de molho antes de lavá-las (facilita a retirada de sujeira, tornando o processo mais rápido);
  • usar buchas vegetais;
  • evitar produtos químicos;
  • descartar o óleo corretamente (e não na pia);
  • ter uma lista de compras em mãos;
  • separar e reciclar materiais;
  • investir em um filtro de água;
  • ter uma composteira doméstica.

Gostou do conteúdo? Assine a newsletter e fique por dentro de tudo que aparecer por aqui!


Mayara escreve sobre coisas que fazem seu coração bater mais forte desde 2016. Também gosta de ler, bordar, tomar café, assistir séries e afofar seu coelho (não necessariamente nessa ordem). Conheça ela no Instagram @may_paes e no @bastidordesaturno.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.