Blog
Meditação: como começar?

Meditação: como começar?

A meditação parece ter virado moda nos últimos tempos, mas existe uma explicação bastante lógica para isso: as pessoas buscam por equilíbrio em suas vidas, além de relaxamento físico e mental em meio a loucura de suas rotinas. Ficou interessad@ também? Então acompanhe o post de hoje para entender mais sobre o assunto!

meditacao

Muitas pessoas acreditam que meditar é “não pensar em nada”, mas será que é isso mesmo? O que se sabe é que a prática regular da meditação nos conecta com o aqui e o agora, gerando satisfação, plenitude e uma profunda aproximação com nós mesmos.

A meditação parece ter virado moda nos últimos tempos, mas existe uma explicação bastante lógica para isso: as pessoas buscam por equilíbrio em suas vidas, além de relaxamento físico e mental em meio a loucura de suas rotinas.

Ficou interessado também? Então acompanhe o post de hoje para entender mais sobre o assunto!

O que é meditação?

A prática da meditação é mais simples do que parece, mas as pessoas gostam de complicar. Isso ocorre, especialmente, porque a mídia vende a ideia de que para meditar é preciso “desligar os pensamentos”. No entanto, reflita: pensar é da natureza da mente humana, não é?

Muitas pessoas começam a meditar e se frustram por causa de boatos como esse. É necessário aceitar que o ato de pensar é inevitável e que a nossa mente não está preparada para reprimir isso. Ela funciona como um trem: ele não pode ser freado abruptamente, é preciso ir aos poucos.

Na realidade, com a meditação sua mente ficará mais calma e você terá intervalos mais longos entre um pensamento e outro. É isso.

Mas, afinal, o que é meditação? A palavra vem do latim “meditare” e significa voltar-se para o centro e desligar-se do mundo externo. Existem muitas outras definições, mas meditar é, sobretudo, estar no presente.

Quais os benefícios da meditação?

Embora seja uma técnica oriental milenar, não faz muito tempo que a prática vem atraindo os ocidentais. Cansados do ritmo acelerado do cotidiano, buscamos por reconexão, limpeza interior e vários outros benefícios que a meditação é capaz de proporcionar em nossas vidas, como:

  • diminuir qualquer tensão relacionada com a dor;
  • reduzir a ansiedade;
  • melhorar o humor e comportamento devido o aumento da produção de serotonina;
  • fortalecer o sistema imunológico;
  • aumentar a estabilidade emocional;
  • ampliar a capacidade de concentração;
  • favorecer a criatividade e produtividade;
  • trazes mais clareza e paz à mente;
  • propiciar relaxamento físico e mental;
  • possibilitar autorreflexão.

Como começar?

Gostou do que leu até aqui e quer começar a meditar? Então confira algumas dicas para a sua prática fluir da melhor forma possível!

Defina um horário conveniente

A meditação é um momento para relaxar, por isso deve ser realizada de modo conveniente para você. Determine um horário para apreciar a prática sem pressa e sem interrupções — como as horas do nascer e pôr do sol, enquanto a natureza transita entre o dia e a noite.

Powered by Rock Convert

Tenha um ambiente adequado

A escolha do local é outro ponto que merece sua atenção. Para que a meditação seja uma experiência ainda mais relaxante e agradável, opte por um ambiente silencioso e calmo, onde você não será incomodado.

Você pode, inclusive, inserir itens no espaço escolhido para enriquecer ainda mais a sua prática. Invista em uma decoração minimalista, com plantas, cores que lembrem a natureza, velas e um tapete ou almofada para sentar enquanto medita.

Fique numa posição confortável

Por mais que o indicado seja começar com períodos curtos — 5 a 10 minutos já é o suficiente —, certifique-se sempre de estar com ombros e pescoço relaxados, coluna ereta e olhos fechados, pois a postura faz toda a diferença.

Aliás, não se prenda a ideia de que é necessário sentar em Padmasana — posição de lótus, como na figura abaixo —, pois o mais importante é você estar confortável durante a meditação.

respiração

Concentre-se na respiração

Inspire, expire e preste atenção nesses movimentos do seu corpo, pois respirar também é parte do processo. Sinta o ar entrando e saindo de seus pulmões. Assim, fica mais fácil guiar a mente ao estado meditativo e afastar os pensamentos.

Dica: lembre-se de voltar a se concentrar na respiração quando perceber sua mente povoada por nuvens de pensamentos indesejados durante a prática. Imagine-se inspirando pureza e expirando tensões.

Foque no agora

Essa é outra maneira de conduzir os pensamentos em prol da meditação. Você consegue essa focalização no presente por meio da observação de um objeto qualquer — uma vela, por exemplo —, escutando sons, obtendo sensações físicas etc.

Volte lentamente depois da prática

Quando acabar o período de meditação, não tenha pressa para se levantar. Mexa-se suavemente, retome a respiração normal, abra os olhos gradualmente e tenha tempo para reconhecer o ambiente ao seu redor.

É válido ressaltar: seja gentil com os seus pensamentos e trate-se sempre com o carinho que você merece quando eles surgirem durante a meditação. Não desista dessa prática incrível por não ter sido como o esperado nas primeiras tentativas. Tenha paciência e com o tempo perceberá que ficará mais fácil.

Gostou deste post e quer ser avisado dos próximos conteúdos? Então assine a nossa newsletter e não perca nada!

Escute este artigo no Spotify!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.