Blog
Mindfulness: o que é e como praticar?

Mindfulness: o que é e como praticar?

De ansioso todos temos um pouco. O problema é quando essa característica nos faz mal, prejudicando nosso trabalho, nossos relacionamentos e, até mesmo, nossa saúde. Isso acontece porque pessoas assim vivem presas nos traumas do passado e preocupadas com as expectativas para o futuro. Você faz parte desse grupo, mas quer mudar? Saiba que é possível treinar qualidades de atenção ao momento presente a fim de tomar decisões mais conscientes e funcionais, sem reações automáticas como o habitual. Ficou interessad@? Acompanhe este post para entender o que é mindfulness e descobrir como essa técnica de meditação pode descomplicar sua rotina.

De ansioso todos temos um pouco. O problema é quando essa característica nos faz mal, prejudicando nosso trabalho, nossos relacionamentos e, até mesmo, nossa saúde. Isso acontece porque pessoas assim vivem presas nos traumas do passado e preocupadas com as expectativas para o futuro.

Você faz parte desse grupo, mas quer mudar? Saiba que é possível treinar qualidades de atenção ao momento presente a fim de tomar decisões mais conscientes e funcionais, sem reações automáticas como o habitual.

Ficou interessad@? Acompanhe este post para entender o que é mindfulness e descobrir como essa técnica de meditação pode descomplicar sua rotina.

O que é mindfulness?

Sua mente é cheia de distrações, mas já pensou em deixá-la mais desperta e saudável a fim de utilizá-la como uma aliada no dia a dia? Para isso, uma dica é contar com o Mindfulness, ou a Atenção Plena — uma série de práticas que ajudam a focar no presente.

Muitas pessoas reagem aos acontecimentos da vida de forma inconsciente e, algumas vezes, involuntária. Da mesma forma lidam com suas emoções, pensamentos e sensações corporais no momento em que ocorrem.

Para agir com mais intencionalidade é necessário repensar o modo como enfrentamos os desafios do cotidiano. Em outras palavras, trata-se de uma atividade de autoconhecimento, uma vez que é preciso se conhecer intimamente para compreender seus processos mentais e ações.

Embora seja associado ao zen-budista e a outras tradições religiosas do oriente, o mindfulness também é uma técnica bastante explorada para fins científicos e medicinais, especialmente no que se refere a Psicologia.

Talvez você esteja questionando: certo, mas como é a Atenção Plena na prática? Em poucas palavras, para o mindfulness acontecer é necessário manter a informação correta em mente considerando a experiência do momento presente.

Pode parecer simples falando assim, mas, acredite: não é. Focar a atenção em apenas uma tarefa é um desafio enorme, porém, com exercícios diários é possível aprimorar sua concentração e, até mesmo, aumentar sua felicidade.

Quais os benefícios da Atenção Plena?

Ainda não ficou claro de que forma a prática do mindfulness pode ser positiva em sua vida? Como foi dito, a Atenção Plena não é algo que uma pessoa desenvolve do dia para a noite. É preciso treino para alcançar esse objetivo, mas as vantagens desse novo hábito valem muito a pena. Confira alguns exemplos!

Powered by Rock Convert

Autocontrole emocional

É comum termos reações que desconhecemos — quase como se outra pessoa tivesse feito aquilo em nosso lugar. Situações como essas tendem a prejudicar nossa vida em muitas esferas, como no trabalho, nos relacionamentos, no ambiente familiar etc. É muito ruim quando isso acontece, não é mesmo?

É fundamental, portanto, saber como e por que você se sente de tal maneira. Assim, fica mais fácil reconhecer seus impulsos e evitar decisões equivocadas. Para tanto, o mindfulness é ideal, pois a técnica colabora para a percepção e a compreensão das próprias emoções, motivações e intenções, oportunizando o caminhar rumo a uma vida mais equilibrada.

Paciência e empatia

Uma pessoa que entende a si mesma, também é capaz de entender o próximo. Isso ocorre porque ela consegue canalizar sua energia para treinar a empatia, a paciência e outros sentimentos positivos durante uma situação desafiadora. Ou seja, há um menor gasto de energia para gerar estresse.

Controle da ansiedade

Assim como o yoga, as técnicas de mindfulness contribuem para a redução dos níveis de cortisol — hormônio liberado em resposta ao estresse — e da pressão arterial. Isso acontece porque a Atenção Plena traz para seus praticantes um estado físico, emocional e mental de serenidade.

Conhecimento das necessidades do corpo

Uma pessoa que busca viver o mindfulness se torna mais sensível às necessidades de seu corpo. Dessa maneira, ela pode perceber desconfortos e dores antes que os sintomas fiquem mais sérios e, então, tomar as providências necessárias.

Melhora relações interpessoais

Já pensou em melhorar seus relacionamentos praticando o mindfulness? Além da empatia e paciência, é interessante destacar que você terá mais facilidade em refletir antes de agir, em se comunicar e em responder adequadamente às situações e aos conflitos do dia a dia.

Como praticar o mindfulness?

mindfulness
Photo by Amy Treasure on Unsplash

Quer aderir a um estilo de vida mais saudável, calmo e intencional através das técnicas do mindfulness? Dê o primeiro passo hoje mesmo! Veja algumas dicas:

  • permita-se sentir suas emoções e pondere sobre elas;
  • exercite a gratidão ao acordar;
  • contemple suas refeições — tente comer em silêncio e de maneira totalmente atenta ao que está sendo ingerido;
  • alimente sua mente com conteúdos saudáveis — livros, revistas, filmes e blogs como o do BuscaVegan;
  • conecte-se com a natureza;
  • abrace sua criatividade;
  • medite.

Está muito atarefad@ e teme não ter tempo para qualquer uma dessas coisas? Reserve 2 minutinhos do dia para este pequeno exercício:

  • pare no meio de uma atividade cotidiana e foque na sua respiração. Perceba sua inspiração e expiração;
  • sinta as respostas que seu corpo dá, como tensões musculares, desconfortos e sensações no estômago. Tome nota dessas impressões, mas sem tentar mudá-las. Aceite-as;
  • afaste, um a um, os pensamentos intrusos que surgirem na sua mente e volte a atenção para seu corpo. Conecte-se com as sensações percebidas, sem julgamentos. Apenas relaxe.

Como você deve ter notado, o mindfulness é ótimo, mas lembre-se de que ele não substitui o apoio de um profissional, combinado?

Quer ficar por dentro de outros conteúdos como este? Assine nossa newsletter!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.