Blog
“Quero ser vegano mas é difícil parar de comer”

“Quero ser vegano mas é difícil parar de comer”

Se você tem o desejo de se tornar vegan, mas se vê lutando contra a ideia de desistir de uma comida ou produto em particular, não se preocupe, isso é completamente normal! Mas se você procura lidar com essas “barreiras”, existem alguns métodos extremamente eficazes. Veja no post!

Se você tem o desejo de se tornar vegan, mas se vê lutando contra a ideia de “desistir” de uma comida ou produto em particular, não se preocupe, isso é completamente normal!

Você pode considerar este momento como um desafio, não precisa ser uma barreira. 

A maioria dos veganos para de comer e consumir produtos de origem animal por razões éticas, não porque eles não gostem do sabor ou da função deles. Pode parecer bobo, mas há muitos vegans amantes de queijo por aí! Alguns substituíram facilmente, outros estão aprendendo a produzir o próprio, e está tudo bem!

O que é importante considerar é que as pessoas ignoram a ideia do veganismo por medo de “perder” um determinado produto; ou até tentam o veganismo, mas acabam desistindo dele por razões semelhantes. Isso geralmente é o resultado de fazer a transição para o veganismo muito rapidamente, com pouca preparação.

É por isso que é tão importante fazer a transição em um ritmo que funcione para você, para que seja sustentável. Tem gente que demora meses, mas há pessoas que demoram alguns anos para conseguir fazer toda a transição.

Mas se você procura lidar com essas “barreiras”, existem alguns métodos extremamente eficazes. Veja no post!

Método 1. Deixe alimentos e produtos de barreira para o final da sua transição

Se a ideia de se tornar vegano atrai você, mas você sente que vai sentir falta demais de uma determinada comida/produto para se comprometer 100% com o estilo de vida vegano, então comece a transição e deixe este item para o fim. 

Consuma seus alimentos de barreira de forma muito lenta e controlada ao longo de algumas semanas ou até meses. 

Nesse ponto, você pode descobrir que remover a comida da sua dieta é muito mais fácil do que você pensava que seria!

Quanto aos produtos que você é viciad@ em usar, procure por substituições e quando o seu acabar, foque para comprar aquele. Teste, veja se não é a mesma coisa, mas de forma ética! Às vezes a gente só precisa de um empurrãozinho interno.

Método 2. Corte todas as barreiras alimentares

Corte todas as suas barreiras alimentares de uma só vez. A maioria das pessoas considera que, depois que para de comer, os desejos por esses alimentos duram apenas algumas semanas e depois desaparecem.

Powered by Rock Convert

Depois de cortar o alimento “real”, tente introduzir lentamente alternativas veganas em algumas de suas comidas favoritas. 

Para alguns itens em particular, como queijo e iogurte, você pode querer dar mais algumas semanas antes de experimentar as substituições – muitas pessoas acham que quanto mais tempo se passar desde que comeu pela última vez aquele alimento “real”, mais fácil é para consumir a substituição vegana e satisfazer seu desejo. 

Quando você substitui de uma hora para outra, por exemplo, o queijo lácteo pelo queijo não lácteo, você acaba comparando os sabores e achando ruim. Isso te desmotiva a continuar. Por isso é importante dar esse tempo, assim, depois disso, você satisfaz o desejo.

importante aprender as práticas de produção

Método 3. Aprenda as práticas de produção 

Aprenda como é produzido o item que você tanto não quer parar de comer ou usar – isso geralmente é suficiente para afastar você para sempre dele.

Veja documentários e vídeos. Normalmente, quem vira vegetariano já viu alguns desses vídeos. Então, reassista, ou procure algo mais focado nesse item que você ainda não considerou ser ético parar de comer ou usar. 

Lembre-se dos testes, das produções em massa. E lembre-se dos motivos que você virou vegetariano. Questione-se por que você conseguiu algumas coisas, e outras não. É um processo de autoconhecimento e respeito consigo mesm@ também!


Se por qualquer motivo você se sentir como se simplesmente não pudesse se comprometer com uma vida 100% vegana por causa de uma comida ou produto, tudo bem! Não deixe que isso impeça você de minimizar sua ingestão de produtos de origem animal na medida em que puder.

Desista de todos os ingredientes e alimentos de origem animal que você não sentirá falta e permita-se uma exceção ocasional, seja comida, refeição de fim de ano ou restaurante favorito. 

Por aqui defendemos seguir uma dieta totalmente vegana e encorajamos você a se esforçar em direção a isso como um objetivo, mas é tolice abandonar o veganismo na íntegra porque você adora bacon ou queijo demais.

Não se deixe envolver por tentar se rotular com base em sua dieta, isso é uma espécie de pensamento de tudo ou nada que simplesmente não é construtivo. 

Se permitir um pouco de flexibilidade é o que o ajudará a sustentar um estilo de vida principalmente vegano, então faça isso se te fizer bem! Isso também serve para tornar o estilo de vida vegano muito menos intimidante e mais acessível aos outros.

Traduzido e adaptado de: Blog Ilovevegan.com 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.