Blog
Responsabilidade social: sua marca precisa disso

Responsabilidade social: sua marca precisa disso

Acompanhe o post para entender o que é responsabilidade social e descobrir como aplicá-la na sua loja vegana.

As empresas, assim como as pessoas, têm direitos e deveres. Elas também interferem no meio em que estão inseridas e essa interferência pode prejudicar o meio ambiente e a sociedade de muitas formas. Por essa razão, é importante falar de responsabilidade social.

É válido ressaltar que, nos últimos anos, os consumidores adotaram um posicionamento mais criterioso não apenas quanto à qualidade do que consomem, mas também ao escolherem as marcas com as quais se relacionam. Eles possuem mais expectativas e exigências, por isso estão sempre de olho e esperam as melhores ações do seu empreendimento.

Acompanhe o post para entender o que é responsabilidade social e descobrir como aplicá-la na sua loja vegana.

O que é responsabilidade social?

A responsabilidade social pode ser percebida através de ações associadas à filantropia, marketing relacionado a causas, responsabilidade ambiental, tratamento concedido aos colaboradores, princípios éticos, legais, entre outros1.

Trata-se de uma forma diferente de conduzir os negócios da empresa, tornado-a parceira e corresponsável pelo desenvolvimento social. Portanto, a responsabilidade social é algo além do que é feito por obrigação legal, uma vez que o cumprimento de leis não torna o empreendimento socialmente responsável2.

Embora necessária, a responsabilidade social deve ser exercida voluntariamente. Por outro lado, não podemos esquecer que essas ações se tornam um valor agregado para o produto ou o serviço, pois torna a marca mais atraente para o público.

Os consumidores, por sua vez, preferem empresas que prestam atenção em seus gostos e imposições. Essas mesmas pessoas estão cada vez mais preocupadas em interagir com marcas   conectadas com questões sociais que envolvem meio ambiente e sociedade.

Portanto, negócios que apresentam um comportamento ético e responsável são vistos de maneira mais positiva pelo público.

Como ser uma empresa socialmente responsável?

Seja transparente

O primeiro passo para aderir à responsabilidade social é a transparência em todos os aspectos. Isso significa fornecer aos stakeholders, de modo acessível, claro e em prazos adequados, todas as informações sobre os fatos que possam afetá-los³.

Isso se aplica, especialmente, na questão do preço. Um exemplo negativo (que acontece nas redes sociais) é a prática de só compartilhar o valor de suas peças no privado. Nesses casos, a impressão que muitos usuários têm é de que a empresa está escondendo alguma coisa.

Em vez disso, adote uma política mais aberta como fez a @mariatangerina ao demonstrar nas redes sociais quanto custa o acessório que comercializa.

Observação: você sabe o que ou quem são os stakeholders? A resposta é bem simples: são as partes interessadas na sua loja vegana. Isto é, os consumidores, os colaboradores, os fornecedores, o governo, a sociedade e quem mais tiver interesse, por qualquer razão, no seu negócio.

Cuide dos seus colaboradores

Não importa se a sua empresa tem um ou cem colaboradores, é importante cuidar bem dessas pessoas. Isso é muito mais do que disponibilizar quinze minutinhos para o café. Estamos falando de coisas mais importantes, como salários justos.

Powered by Rock Convert

Às vezes, a necessidade de conquistar mercado é tão latente, que a remuneração do colaborador se torna a última opção na lista de prioridades da organização. No entanto, isso é errado e, até mesmo, desumano.

Não vale a pena comprometer o bem-estar do seu funcionário e a qualidade do seu produto — isso ficará mais claro a longo prazo. Sendo assim, precifique de forma correta e consciente. Todavia, sabemos que isso, na prática, não é tão simples.

É desesperador ver os concorrentes vendendo por preços irrisórios, mas não permita que isso contamine sua loja vegana. É preciso educar seu público, por meio da construção de um relacionamento, transparência e muito diálogo para que ele entenda os motivos pelos quais você cobra esse valor.

Invista em diversidade e inclusão

Photo by cottonbro from Pexels

Investir em diversidade e inclusão vai muito além da contratação. Adote essa postura como identidade da sua marca, porque existem pessoas de todos os tipos querendo se relacionar com você. Ademais, é fundamental levar isso em consideração na concepção de novos produtos e campanhas publicitárias.

Por exemplo, imagine a frustração de uma mulher mid ou plus size ao acessar as redes sociais de uma marca de biquíni e perceber que ela até comercializa trajes do seu tamanho, mas que 100% das modelos apresentam corpos magros. Sem chances dessa pessoa se sentir representada, tampouco acolhida. Nesse sentido, como poderia gastar seu dinheiro com uma empresa que não demonstra interessa em atendê-la genuinamente?

Reduza seus impactos ambientais

Uma marca socialmente responsável está constantemente revendo seus impactos no meio ambiente. Para tanto, não é preciso grandes ações. Você pode educar seu público a partir de pequenas práticas, tais como:

  • eliminar o uso de copos descartáveis;
  • evitar impressões que não sejam legalmente necessárias;
  • incentivar o consumo consciente de água;
  • reutilizar folhas de rascunho para fazer bloquinhos de anotações;
  • separar o lixo;
  • usar lâmpadas econômicas.

Promova ações

Sua loja vegana pode ser responsável por ações de todos tipo, desde estimular a plantação de árvores até ajudar os atrasados do ENEM. São muitas opções, mas é importante que isso se conecte com sua marca de alguma forma.

Uma ideia é organizar grupos para visitar casas de acolhimento de crianças e idosos. Passar uma tarde ouvindo as histórias dos mais velhos ou brincando com os pequenos pode ser tão prazeroso para quem visita quanto é para o visitado.

Outra sugestão é planejar doações de alimentos para moradores de rua, roupas para bazares de ONGs e livros para bibliotecas de escolas públicas. Essa é uma ótima estratégia para engajar colaboradores e clientes.

Tenha em mente que os consumidores da atualidade preferem se relacionar com marcas nas quais têm confiança. Portanto, reflita sobre as dicas deste post e veja quais práticas de responsabilidade social podem ser úteis para seu negócio.

Gostou deste conteúdo e quer ser avisado quando outros surgirem por aqui? Assine a newsletter!


1 Conceito retirado do livro “O papel da confiança na relação entre Responsabilidade Social Corporativa e o Valor de Marca”, de Garrido, Cunha e Cavalcante (2014).

2 Informação retirada do documento “Conceitos básicos e indicadores de responsabilidade social empresarial”, do Instituto Ethos. Disponível em: ethos.org.br/cedoc/conceitos-basicos-e-indicadores-de-responsabilidade-social-empresarial-5a-edicao/#.VwblsfkrLIU


Mayara escreve sobre coisas que fazem seu coração bater mais forte desde 2016. Também gosta de ler, bordar, tomar café, assistir séries e afofar seu coelho (não necessariamente nessa ordem). Conheça ela no Instagram @may_paes e no @bastidordesaturno.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.