Blog
Saiba como cultivar uma horta doméstica – parte 3

Saiba como cultivar uma horta doméstica – parte 3

Preparamos este post para compartilhar dicas para cultivar 3 espécies que fazem sucesso em qualquer horta doméstica. Ficou interessad@? Acompanhe e ponha a mão na massa!

Você está decidid@ a ter uma horta em casa para consumir vegetais livres de agrotóxicos no dia a dia, mas ainda não sabe o que exatamente cultivar ou como cuidar do que escolheu? Embora as regras sejam semelhantes, cada hortaliça é única e exige cuidados específicos. Com isso em mente, preparamos este post para compartilhar dicas para cultivar 3 espécies que fazem sucesso em qualquer horta doméstica. Ficou interessad@? Acompanhe e ponha a mão na massa!

Powered by Rock Convert

Alface

O primeiro cuidado ao se plantar a alface é com relação ao clima, pois a hortaliça prefere temperaturas amenas para se desenvolver — de modo geral, algo entre 10º e 24º, mas pode variar dependendo da espécie. Para crescer com saúde, a alface precisa de luz solar plena, porém, em regiões de calor excessivo, o ideal é cultivá-la à meia sombra. Para isso, você tem algumas possibilidades: usar um chapéu de sol, investir em telas furadinhas (sombrite) ou plantar sob uma árvore. Com relação ao solo, ele deve ser bem drenado, fértil, com boa disponibilidade de nitrogênio e rico em matéria orgânica — para tanto, você pode produzir o seu próprio adubo vegetal orgânico em um processo de compostagem. Lembre-se, também, de irrigar a sua alface sempre, mas com cuidado: a ideia é manter o solo úmido, mas nunca encharcado. Sugerimos que as sementes sejam plantadas em uma bandeja e transplantadas para o local definitivo somente quando estiverem mais fortes. Esse transplante pode ocorrer quando as mudas tiverem de 4 a 6 folhas, preferencialmente em dias nublados ou chuvosos. Outra dica é manter um espaçamento entre as plantas de 20 a 25 cm na sua horta caseira. Quando for colher — entre 55 e 130 dias após a semeadura —, corte sua hortaliça pela base, deixando, aproximadamente, 2,5 cm de caule acima da terra para o rebrote de novas folhas.

Tomate-cereja

O que acha de preparar uma receita vegana com tomatinhos apetitosos colhidos na sua própria horta? Sabia que esses “tomates em miniaturas” possuem as mesmas propriedades e nutrientes que as da espécie maior? No entanto, o tomate-cereja apresenta um sabor mais adocicado, além de ser mais simples de cultivar. O primeiro passo será providenciar estacas para amarrar e apoiar as vinhas do seu pé de tomate-cereja, conforme seu crescimento em terra ou vaso. O importante, porém, é garantir que a hortaliça receba luz direta do sol, tendo em vista que ela precisa de temperatura quente para crescer de forma saudável. A rega deve ocorrer diretamente no solo e de maneira regular — a frequência de 4 dias por semana é o suficiente para manter o equilíbrio necessário da umidade e assegurar a qualidade do desenvolvimento do tomate-cereja. Inclusive, lembre-se de fazer pequenos furos no fundo do vaso para a drenagem, caso essa seja a sua escolha de suporte para a horta doméstica. A planta precisará ser podada quando:
  • apresentar folhas secas ou mortas;
  • tiver ramos e brotos que cresceram mais distantes do caule.
O tomate-cereja estará pronto para a colheita em torno de 6 a 8 semanas após o plantio.

Manjericão

horta doméstica Manjericão é aquele tipo de erva que fica bom em tudo: na sopa, na pizza, no molho do macarrão, na água etc, ou seja, não poderia ficar de fora deste post. Além de ser aromática e deliciosa, a hortaliça é altamente nutritiva, pois possui óleos essenciais, aroma calmante, função dietética, diversas vitaminas e muitos outros benefícios. O manjericão, porém, não tolera temperaturas baixas, por isso, o ideal é cultivá-lo em épocas quentes e em ambientes que recebam, pelo menos, 4 horas diárias de sol. É importante lembrar, também, que as sementes devem ser plantadas com pouca profundidade — cerca de 1 cm. Quanto a irrigação, o excesso deve ser evitado para não prejudicar o desenvolvimento da planta. Sendo assim, a cada dois ou três dias é mais do que o suficiente. Uma dica para não errar é prestar atenção na terra: quando a parte superior estiver seca, está na hora de regar. A poda é fundamental para assegurar o crescimento do seu manjericão, e, infelizmente, muitas pessoas perdem a planta devido a falta dessa fase de cultivo ou forma errada de fazê-la. Portanto, lembre-se que o correto é sempre cortar as flores da erva — isso manterá sua hortaliça jovem e saudável por mais tempo, além de preservar o sabor das suas folhas. Recomenda-se que as folhas sejam colhidas quando o manjericão alcançar 1,2 m de altura — geralmente, 60 dias após o plantio. No entanto, o ideal é que a primeira colheita ocorra somente após 3 meses de plantar as sementes. Citamos somente 3 hortaliças, mas você percebeu quantas particularidades existem no cultivo de cada uma delas? Por isso, leia bastante sobre o que deseja cultivar na sua horta caseira e cuide bem das suas plantas. Com toda certeza o esforço valerá a pena. Curtiu essa sequência de posts e está animado para dar início a sua horta doméstica? Compartilhe o seu avanço conosco. Deixe um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.