Blog
Vegano, orgânico, natural… o que é mais sustentável?

Vegano, orgânico, natural… o que é mais sustentável?

O que causa menos impacto, um produto vegano, um produto natural ou um produto orgânico?

Quando entendemos a importância do consumo responsável, queremos logo botar na prática e rever todo nosso processo de escolha, nos informar mais, ler os rótulos e buscar marcas eticamente corretas, que não explorem seres humanos, animais e não destruam a natureza. E, além disso, também queremos produtos que não vão agredir nossa saúde e que nos trarão maior bem-estar. Mas na prática nem sempre é fácil escolher as melhores opções.

Nos deparamos com muitos termos que ficamos perdidos. O que causa menos impacto, um produto vegano, um produto natural ou um produto orgânico? Muitas das escolhas vão depender de nossos valores individuais e daquilo que queremos priorizar em determinados momentos de nossas vidas. Mas a ideia deste post é mostrar uma forma conceitual básica, sem entrar em questões de legislação de cada indústria, para auxiliar em nossa reflexão e para não cairmos no greenwashing.

Artesanal

Artesanal é o produto feito em pequena escala, feito a mão, usando ferramentas simples. Esse modo de produção gera renda para famílias e pequenos produtores e permite o maior controle dos processos envolvidos. Quando compramos produtos artesanais, podemos conhecer quem faz, como faz e participar de forma mais próxima da responsabilidade pela produção, além de apoiar a economia local.

Natural

Produto natural é aquele que tem matérias-primas de origem natural, sem ingredientes sintéticos produzidos artificialmente. Produtos naturais são extraídos da natureza por processos físicos. 

Mas nem tudo que é natural é seguro para uso. Por exemplo, os materiais de origem mineral precisam passar por processos industriais para reduzir e adequar substâncias que são tóxicas. Esses materiais têm origem natural, porém, passam por processos industriais. 

Um outro conceito, portanto, usado na cosmetologia é o de “clean beauty” que se refere aos cosméticos seguros para o uso e que não possuem substâncias tóxicas. 

Orgânico

Produtos orgânicos não recebem agrotóxicos ou agentes químicos em seu processo de produção. Existem selos como o da Ecocert, IBD, Natrue e USDA para garantir essa qualidade.

A produção orgânica, apesar de mais saudável e melhor que a convencional, não garante que outros princípios estejam sendo seguidos. Uma monocultura ou uma produção em larga escala pode ser orgânica, por exemplo.

Portanto, para ir além, podemos encontrar os produtos agroecológicos que envolvem também a esfera da responsabilidade social e ambiental. Além de isentos de contaminantes, a agroecologia visa à preservação da diversidade biológica dos ecossistemas, ao uso saudável do solo, da água e do ar, à reciclagem de resíduos e às condições justas no trabalho.

Podemos encontrar também os produtos biodinâmicos, que também são uma categoria acima dos orgânicos, pois respeitam os ciclos naturais das plantas, considerando as fases da lua, as estações do ano e vários outros fatores no cultivo.

Powered by Rock Convert
Conceito da medicina alternativa do eco da homeopatia - comprimidos clássicos da homeopatia, thuja, eucalipto, óleo essencial da alfazema e do aroma e ervas curas e na parede branca. flatlay. vista do topo. copyspace Foto Premium
Freepik

Origem vegetal

Produtos de origem vegetal são produtos a base de vegetais, ou seja, que não são de origem mineral ou animal.

Assim como os naturais, podem passar por processos químicos ou industriais para serem extraídos.

Vegano

Produtos veganos não utilizam matérias-primas de origem animal (incluindo mel, cera de abelha etc.) e também produtos que não tenham sido testados em animais.

É comum vermos a expressão “livre de crueldade” (cruelty-free), que significa que não foram feitos testes em animais. Isso não quer dizer, porém, que não existam matérias-primas provenientes de origem animal na composição. Ou seja, um produto livre de crueldade pode não ser vegano.

Sustentável

É importante compreender estes termos, pois nos ajuda a escolher melhor todos os tipos de produtos. Encontramos muitos desses termos sendo usados nos rótulos dos cosméticos, por exemplo, como mostramos na matéria sobre os melhores itens para sua rotina de skincare vegana. Mas isso vai além da cosmética:

  • Um produto artesanal pode ter sido feito com materiais que agridem nossa saúde e o meio ambiente.
  • Um produto vegano pode conter substâncias derivadas do petróleo e não biodegradáveis.
  • Um óleo vegetal pode ter sido o responsável pelo desmatamento e pela perda de habitat de vários animais.
  • Um produto natural pode ter uma grande quantidade de óleos essenciais que utilizam toneladas de plantas para cumprir apenas a função de aromatizar o produto, cuja função pode ser cumprida com uma pequena quantidade de um aromatizante sintético.

E então, o que é mais sustentável afinal?

Como dito no início do post, a escolha do produto mais sustentável depende muito dos valores e princípios que estão norteando nossas escolhas, e podem mudar de acordo com o momento em que vivemos.

Não são escolhas tão simples, mas acredito no poder da informação. Quanto mais consumirmos de forma responsável, mostrando o interesse pelas práticas das empresas, mais informações serão acessíveis e mais mudanças poderemos exigir.

Podemos escolher os produtos produzidos localmente e considerá-los mais sustentáveis… Ou escolher produtos que vão empoderar grupos sociais, ou que não contenham contaminantes e que não irão agredir nossa saúde, ou até preferir produtos que gerarão menos resíduos ao final do uso.

O ideal mesmo é olhar de forma ampla e sempre exigir que as informações sejam passadas da forma mais clara e compreensível a todos os consumidores. 

OBS.: É possível checar a lista de substâncias usadas em cosméticos e seus níveis de segurança na base de dados da ONG EWG- Environmental Working Group http://necessidadebasica.com.br/2018/02/ewg-skin-deep-conhecendo-melhor-seus-cosmeticos/  ou https://www.ewg.org/skindeep/ )


Luíza Caldas é engenheira ambiental, fundadora da @vamos.coviver e do @obiobar. Permacultura, comunidades sustentáveis e conexão de pessoas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.