Blog
Você sabia que estresse é uma das causas de inflamação no corpo?

Você sabia que estresse é uma das causas de inflamação no corpo?

O que exatamente o estresse causa? E qual sua relação com a inflamação? Entenda um pouco mais aqui!

Já entendemos qual o papel da inflamação no organismo e comentamos algumas causas anteriormente, sem contar na importância que a nutrição vegetal tem na desinflamação. Desta vez, porém, vamos aprofundar um pouco mais nos exemplos das causas da inflamação com ênfase no estresse.

É do conhecimento de muitos que o estresse faz mal, mas o que exatamente ele causa na gente? Qual sua relação com a inflamação do corpo?

Hábitos que estressam o corpo

Quando falamos em estresse, uma das primeiras coisas que nos vêm à mente são as situações que vivemos no trabalho, no trânsito, etc., e então achamos que o estresse fica só nessas situações externas, mas não.

O estresse é uma das principais causas dos hábitos alimentares inflamatórios.

Álcool e cigarro

Muitas pessoas ansiosas ou cansadas têm o hábito de consumir álcool no final do dia, e isso é péssimo quando vira um hábito, porque o álcool tende a diminuir a produção de melatonina (hormônio do sono).

Sem sono, o corpo associa que ainda é dia e que então precisa de carboidrato para se manter preparado para o trabalho. Isso explica as compulsões por doces no início da noite: como a pessoa já fez todas as refeições do dia, de noite ela vai nos doces industrializados altamente inflamatórios.

Vale lembrar que não acompanhar o ciclo circadiano desregula não só a melatonina como também o cortisol, causando falta de energia pela manhã e insônia durante a noite.

Fumar é outro hábito altamente inflamatório, pois sustenta a produção de agentes oxidantes no organismo, e um fumante nervoso fuma muito mais, potencializando os danos.

O fumante passivo também está gerando estresse oxidativo em suas células; assim como a exposição a poluentes, vivendo em cidades grandes, por exemplo, também gera estresse oxidativo.

Exposição à luz e movimentos repetitivos

usar celular estressa
Freepik

A exposição à luz intensa e direta ou à luz azul de celulares nos olhos causa estresse oxidativo da retina.

Fones de ouvidos com volume alto estressam os tímpanos, o que causa inflamação.

Você sabia que até mesmo exercícios físicos intensos e de longa duração podem causar estresse oxidativo? Assim como movimentos repetitivos, como mexer o mouse, causam a famosa tendinite, que é a inflamação do tendão de uma determinada região.

Consequências do estresse

Talvez você já esteja entendendo a intenção deste texto: mostrar que em nossa rotina praticamos infinitos hábitos inflamatórios, sendo até mesmo hábitos saudáveis que deixam de ser saudáveis quando realizados de forma exagerada.

Agora imagine estes hábitos em um organismo cronicamente inflamado por conta da dieta.

Não só alguns alimentos causam inflamação, mas também todos os exemplos citados acima, que somados a uma dieta oxidante pró-inflamatória é a receita perfeita para o desenvolvimento de uma lista enorme de doenças como, aterosclerose, diabetes e até mesmo o câncer. 

O estresse eleva os níveis de açúcar (glicose) e de cortisol no sangue, o que aumenta a pressão sanguínea. Entretanto, pressão sanguínea elevada predispõe a doenças cardíacas, e o açúcar elevado causa o diabetes tipo 2.

Estresse emocional

Com relação ao estresse emocional, eu gostaria de deixar uma mensagem que gosto de passar aos meus amigos quando estão estressados por alguma situação, eu digo: “Se você já fez tudo que podia para resolver a situação, se foge ao teu controle, solta. Confie! Aquilo que foge ao nosso controle está sob controle do Todo. Deixe que as coisas se desenrolem. Confie!”.

Não poderia deixar de ressaltar a importância e os infinitos benefícios da terapia com um profissional psicólogo, principalmente para aqueles que estão sofrendo algum tipo de estresse emocional e para aqueles que estão fazendo uma transição para uma dieta vegana ou frugívora.

Aproveito para indicar a leitura dos textos da Natalia Cardoso, psicóloga pela PUC-SP e colaboradora aqui no blog, ela tem uma dieta vegana 80% frugívora. Aproveitem!



No próximo texto, vamos falar sobre os alimentos e as práticas culinárias pró-inflamatórias. Fiquem ligados!


Will Powa é skatista e descobriu na dieta Plant Based o verdadeiro remédio para curar e prevenir adoecimentos físicos e mentais, além de viabilizar o enorme potencial do organismo humano. Além disso, é terapeuta holístico em Barras de Access e Radiestesia, cursa nutrição e trabalha com acompanhamento em transições para dietas saudáveis. Conheça seu trabalho no Instagram @powahealthyfood !


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.