O que é o veganismo?

Uma pessoa vegetariana é alguém que não consome alimentos provindos de animais que correm, choram e sofrem. Que têm sistema nervoso central e que sentem a dor da morte. E por isso cada vez mais têm pessoas assumindo o vegetarianismo no mundo: o surgimento do movimento aconteceu pela empatia e pelo amor aos animais.

Já uma pessoa vegan consome não só alimentos, mas também objetos, roupas, serviços e outros produtos que não tenham ingredientes animais, que não são testados em animais e que não patrocinam a exploração dos animais.

O veganismo então surgiu como um movimento para abrir os olhos das pessoas para outros pontos além do consumo alimentar. É, acima de tudo, um movimento político que busca a erradicação de sistemas de produção e confinamento em massa, de exploração humana e de políticas públicas que ignoram a sociedade. Busca a equidade entre os animais e os seres humanos, e, por isso, muitos veganos são também defensores de outros movimentos sociais, como feminismo, antirracismo e a valorização do trabalhador rural.

Além disso tudo, há ainda a preocupação ambiental. Para de consumir alimentos de origem animal contribui para diminuir as crises ambientais, mas, mais do que isso, devemos começar a abrir os olhos para o consumo imenso de plástico, de energias não sustentáveis, de agrotóxicos e de água.

Por isso, não é raro que novos questionamentos comecem a surgir no momento de consumir, por exemplo, se o objeto foi produzido sob comércio justo ou em fábricas com pessoas tratadas com respeito, se a embalagem do produto é pensada para ser reciclada, ou se há logística reversa depois do consumo. Você já pensou nessas questões?